William Burroughs, armado e perigoso

[flagallery gid=84 name=Gallery]

Que era perigoso, todo mundo sabe: em 1951, o futuro autor de Junky Almoço Nu matou acidentalmente sua mulher, Joan Vollmer, com um tiro durante uma brincadeira de tiro ao alvo. Ele afirmaria, mais tarde, que a tragédia mudaria dramaticamente sua relação com a literatura. Mas armado ele nunca deixou de estar, como mostra a galeria de fotos acima.

Clique em “FS” para ver em tela cheia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.