Bad words

Não é para puritanos nem para politicamente corretos. Está voltando às livrarias o Dicionário do Palavrão e Termos Afins, um clássico do folclorista Mário Souto Maior (Editora Leitura 216 págs., R$ 29,90). Numa leitura rápida, percebe-se que a maioria quase absoluta das 3 mil palavras e expressões listadas se referem a um universo limitadíssimo: pênis, vagina, cópula, homossexuais, prostitutas e mais um par de coisas.

Há doses razoáveis de escatologia, que ficam ainda mais engraçadas quando o verbete se esforça por traduzi-las numa linguagem neutra. Outras expressões, populares, chegam a ser geniais. Souto Maior identifica as regiões em que as expressões são usadas e dá referências literárias. Nos exemplos a seguir, limito-me aos significados. Vale comprar o livro para ver o pacote completo.

Anistiar um rebelde: Ato de praticar a pederastia passiva, na gíria militar.

BBC: Diz-se da mulher que faz amor pela boca (B), pela boceta (vagina, B) e pelo cu (ânus, C).

Bolsa de Valores: órgão sexual feminino.

Doutor alisando cresce: pênis.

Garapa de Mulher: esperma.

Jogar com duas bolas: copular.

Largar a chinela: Manter relações sexuais.

Onde as costas perdem o nome: nádegas.

Paletó com medo de peido: Paletó muito curto.

Último espirro: Diz-se de quem é pequeno, de baixa estatura, gerado pela última gota da ejaculação paterna.

9 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.