Na fronteira

Para fazer o vídeo, a alemã Saskia Kretzschmann se inspirou num trechinho de O Enterro Prematuro, um dos contos mais terríveis de Edgar Allan Poe: “As fronteiras que dividem a vida da morte são nebulosas e vagas. Quem pode dizer onde uma termina e outra começa?” Entra bem na cota dos posts que justificam o título do blog.

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.