Polanski e o sumo da competição

O terceiro clipe da série (os primeiros aqui e aqui) é mais longo, do filme Knife in the Water (1962), o longa-metragem de estreia de Roman Polanski, então um desconhecido cineasta polonês. Longo, mas vale a pena. São apenas três os personagens: um colunista de esportes rico, sua mulher e um jovem caronista pobretão, que saem para velejar. Entre os dois homens há um clima permanente de competição, que consegue ser sutil e ostensivo ao mesmo tempo. Dá para conferir o paradoxo dessa situação nessa cena complicada, em que os três se apertam dentro de um barco enquanto chove. E no aperto se concentram situações que expressam a violência da disputa, mesmo nas formas mais brandas: pontaria, corrida boba de folêgo, amigável jogo de pega-varetas ou longínqua luta de boxe em Ancara narrada por uma variante polaca de Galvão Bueno. E, claro, aquela coisa que provoca uma mulher bonita por perto.

Para assistir na íntegra, com legendas em inglês, vá por aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.