Batucando com livros


Pelo que pude extrair da tradução do japonês feita pelo Google, esse xilofone com livros foi bolada por Nobumichi Tosa, um médio empresário do ramo de brinquedos e tranqueiras tecnológicas que resolveu fazer performances com os produtos. Ainda seguindo o lume hesitante do Google Tradutor, entendi que o aparelhinho de batucar foi fabricado na sua fábrica, para ser usado em madeira. Tosa, entretanto, decidiu testá-lo com livros. De cara, não funcionou, mas, depois de alguns testes, ele mergulhou os volumes numa mistura de água com açúcar, deixou secar e deu nisso aí.

Mundo vasto mundo.

5 Replies to “Batucando com livros”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.