Retratos em vinil

[flagallery gid=26 name=”Gallery”]

Tem uma onda na internet de gente fazendo retratinhos de celebridades pop com materiais pouco ortodoxos. Um faz com queijo, outro com vinho — sem sacanagem, são coisas separadas, não cardápio prum dia de frio entre amigos. Apesar de algo engenhoso, têm um certo gosto (estético, friso) duvidoso, mas está aí o Vik Muniz com sua geleias e chocolates para provar que dá surfar nessa quase nova era sem tintas. Entre os escultores, tem uns excêntricos que picotam várias listas telefônicas para montar verdadeiros totens; outros michelangelos acham a cara da personalidade nas páginas de um livro.

Entre os que me parecem mais simpáticos está a série acima, feita pelo designer Alejandro de Antonio para o projeto Materiais Não-Convencionais da espanhola Art Room.

15 Replies to “Retratos em vinil”

  1. Já os meus retratos estão sendo feitos em placas ceramicas, e queimados a 900 graus .digitalizo,esmalto, e queimo na técnica japonesa do RAKU ,foto negativada,
    não vi nada igual,vou ficar no aguardo.

  2. Um amigo me diz que sonha em criar um aplicativo para o iPhone – o Vikmunizer. Vc tira uma foto de alguém e leva pro aplicativo, que dá opções de chocolate, caviar, lixo, diamantes… E por aí vai. Se é simples assim… bem, tenho dúvidas de se é ou não é arte. Foi no início, mas a vulgarização tá braba. Adorei o post, continuo sua leitora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.