Mil e uma noites estreladas

Já observei algumas vezes (aqui, por exemplo) que Jane Austen virou provavelmente a vítima favorita dos mashups. Vai entender a razão. E parece que Van Gogh é outro bom de atrair malucos, em especial com a tela Noite Estrelada. Depois dessa “recriação” da obra com um software automatizado de pintura (aqui), um (?) canadense, FlippyCat, fez este Vincent van Dominogh, para acrescentar à sua coleção de gigantescos e bizarros dominós em queda. E outro cara, o astrônomo americano Alex Harrison Parker, usou centenas de fotos tiradas pelo telescópio espacial Hubble num mosaico (abaixo), fazendo a sua própria e contemporânea versão da tela.

[Via My Modern Met e io9]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.