Retratos escritos

Mais semiótica… Os cartazes acima, bolados pela etcetera, são da Semana de Literatura Holandesa, que acontece até o dia 26 deste mês (alguém a a caminho de Amsterdã?). O tema deste ano são biografias e autobiografias, daí o nome Retratos Escritos e a ideia dos rostos esculpidos. Na ordem: Anne Frank (sim, a do diário), Kader Abdollah (escritor iraniano radicado na Holanda), Louis van Gaal (ex-técnico da Seleção holandesa, hoje no Bayern de Munique) e Vincent Van Gogh (que dispensa apresentações).

Encontrei no Beautiful Life.

7 Replies to “Retratos escritos”

  1. […] Tem uma onda na internet de gente fazendo retratinhos de celebridades pop com materiais pouco ortodoxos. Um faz com queijo, outro com vinho — sem sacanagem, são coisas separadas, não cardápio prum dia de frio entre amigos. Apesar de algo engenhoso, têm um certo gosto (estético, friso) duvidoso, mas está aí o Vik Muniz com sua geleias e chocolates para provar que dá surfar nessa quase nova era sem tintas. Entre os escultores, tem uns excêntricos que picotam várias listas telefônicas para montar verdadeiros totens; outros michelangelos acham a cara da personalidade nas páginas de um livro. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.